Valor Bolsa Família 2020: Reajustes, Novo Valor, Corte, Quem Tem Direito e Mais!

Mais de 14,3 milhões de famílias são beneficiárias do Bolsa Família – um programa do Governo Federal que tem como intuito combater a pobreza e a desigualdade que tanto assola o Brasil.

Previsto e regulamentado em lei, o Bolsa Família conta com várias informações importantes para seus beneficiários e famílias que querem ingressar no benefício.

Saiba o que já se sabe sobre o Valor Bolsa Família 2020, como se dão os reajustes para o novo valor, cortes no benefício, quem ainda tem direito a ele e como consultar o calendário de pagamento!

Valor Bolsa Família 2020

Valor Bolsa Família 2020

Com a importância do Bolsa Família para a qualidade de vida de muitos brasileiros, há muitos questionamentos acerca do real valor que é fornecido pelo benefício.

Na realidade, o valor Bolsa Família 2020 permanece atrelado aos tipos de benefícios conforme o tipo de família e dos próprios indivíduos que compõem o núcleo familiar.

Portanto, o valor do Bolsa Família 2020 se divide através dos benefícios abaixo:

  • Benefício Básico: auxílio mensal de R$89,00 para famílias de extrema pobreza;
  • Benefício Variável: auxílio mensal de até R$205,00 para famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que possuem gestantes, nutrizes, crianças e adolescentes de 0 a 15 anos na composição.

Existe o benefício variável de 0 a 15 anos que se destina a famílias que tenham em sua composição crianças e adolescentes de 0 a 15 anos, sendo que o benefício é de R$41,00.

O benefício variável à gestante também é de R$41,00 e é fornecido para famílias que tenham gestante no núcleo familiar.

O mesmo acontece com o benefício variável nutriz: R$41,00.

  • Benefício Variável Jovem: auxilio de até R$96,00 para famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza que possuem adolescentes de 16 e 17 anos na composição;
  • Benefício para Superação da Extrema Pobreza: auxílio que tem valor variável por conta do cálculo que é realizado a partir da renda por pessoa da família e do benefício que já é recebido dentro do Bolsa Família.

Por causa disso, é importante saber que famílias que passam por situação de extrema pobreza podem acumular mais de um benefício: o benefício básico, o variável e o variável jovem, chegando ao máximo de R$372,00. Ou também podem acumular um benefício para superação da extrema pobreza.

Reajustes, Novo Valor e Corte Bolsa Família 2020

Todos os anos acontece um reajuste no valor do Bolsa Família, o que proporciona um aumento – embora pareça pouco – significativo para as famílias que dependem do benefício para sua sobrevivência.

No ano de 2019, porém, o reajuste não ocorreu justamente pela promessa do atual presidente, Jair Bolsonaro, de impulsionar o 13º do Bolsa Família, ou seja, haverá um décimo terceiro pagamento para os beneficiários do programa ao contrário do reajuste anual feito no Bolsa Família – um aumento de 8,5%.

Entretanto, essa mudança só será para 2019. No ano seguinte, o valor Bolsa Família 2020 já contará com um aumento e com o próprio 13º.

Além disso, cortes no Bolsa Família 2020 estão sendo feitos para beneficiar indivíduos que realmente precisam do dinheiro, retirando do programa aqueles beneficiários que recebem de forma injusta.

Os cortes tendem a reduzir os custos e, consequentemente, trazem mais eficiência ao programa e a quem precisa.

Quem tem direito ao Bolsa Família 2020?

Quem tem direito ao Bolsa Família 2020?

Para fazer parte e ser mais uma família beneficiária do Bolsa Família 2020, é necessário cumprir alguns requisitos fundamentais:

  • Apresentar situação de extrema pobreza – com renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa – ou de pobreza – que tem renda mensal de R$ 89,01 a R$ 178,00 por pessoa,
  • Família pobre que tenha em sua composição gestantes e crianças ou adolescentes entre 0 a 17 anos,
  • Estar inscrito (a) no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal,
  • Ter os dados cadastrais atualizados a menos de 2 anos no Cadastro Único.

A manutenção do benefício do Bolsa Família 2020 também deve ter atenção.

Para gestantes, é imprescindível que a mulher faça as consultas de pré-natal conforme o calendário preconizado pelo Ministério da Saúde.

Para as nutrizes, é indicada a participação em atividades educativas oferecidas pelo Ministério da Saúde sobre assuntos relacionados, como aleitamento materno e alimentação saudável.

Na presença de crianças de 0 a 7 anos, o cartão de vacinação atualizado é um dever.

Outros dois requisitos para manter em dia o Bolsa Família 2020 são o acompanhamento da saúde de mulheres que estão entre os 14 e 44 anos, além de garantir a frequência mínima de 85% para as crianças e adolescentes entre 6 e 15 anos, enquanto que para os adolescentes de 16 e 17 anos a frequência deve ficar em 75%.

Consulta Calendário Bolsa Família 2020

O pagamento do Bolsa Família 2020 é feito mensalmente direto na conta bancária que foi cadastrada no momento de inscrição da família no Cadastro Único.

De modo geral, o pagamento é realizado conforme algumas regras próprias, mas a data mesmo é variável pelo número final do seu cartão NIS (Número de Inscrição Social).

O Bolsa Família 2020, assim como nos outros anos, tenderá a ser pago da metade do mês em diante – cada dia é a data de pagamento para um número final de NIS diferente.

Por isso, atente-se ao calendário disponível no site da Caixa Econômica Federal, através o link: http://www.caixa.gov.br/programas-sociais/bolsa-familia/Paginas/default.aspx.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Valor Bolsa Família 2020: Reajustes, Novo Valor, Corte, Quem Tem Direito e Mais!

Deixe um comentário